O blogue de Biblioteca Escolar

Os tempos livres de uma ovelha, na despedida das férias de Natal...

Disfrute dos dias frios no aconchego do lar, ligue o som e delicie-se com este a ovelha Selma.

Querido, mudei a biblioteca...

 A Biblioteca Escolar Fernão Mendes Pinto quis entrar no Novo Ano com um novo visual.
Assim, a Equipa responsável pela BE decidiu aproveitar a interrupção das actividades lectivas do Natal e deitar mãos à obra. Com a ajuda de algumas funcionárias da escola, começámos a limpar e a reorganizar os livros das estantes, segundo orientações do Serviço de Apoio às Bibliotecas Escolares (SABE).
 
De acordo com a Classificação Decimal Universal (CDU), cada livro deverá estar devidamente etiquetado e arrumado por assunto na respectiva prateleira. Como tal não estava a acontecer, decidimos fechar a biblioteca por uns dias e proceder à arrumação da casa.
 
 São cerca de 6000 livros, o que levará algum tempo a concluir, apesar do afã com que nos dedicámos à tarefa. Prometemos mais acessibilidade e garantimos a redescoberta de livros já esquecidos no acervo documental. A tarefa é grandiosa, mas a escola merece.
É em nome de todos os utilizadores que cumprimos esta missão e pedimos compreensão face ao encerramento da biblioteca na primeira semana de aulas do 2º Período.
 
 Daremos conta dos resultados, tal como na série televisiva "Querido, mudei a casa"...
 
 Bom Ano a todos, com muitas e boas mudanças!
 
 A Equipa da BE

Como requisitar computadores portáteis

Durante o encerramento da BE, os computadores portáteis devem ser solicitados às funcionárias de cada Pavilhão, desejavelmente com a antecedência de 24 horas, para assegurar uma resposta eficaz a cada pedido.
 
Grata pela compreensão,
 
A Equipa da Biblioteca Escolar

FELIZ NATAL!

 

O AQUI HÁ RATOS... deseja a toda a comunidade educativa e a todas as Bibliotecas Escolares um SANTO NATAL e um Ano 2010 acompanhado pelo prazer e pela descoberta da leitura.
 
Entremos, apressados, friorentos,
numa gruta, no bojo de um navio,
num presépio, num prédio, num presídio,
no prédio que amanhã for demolido…
Entremos, inseguros, mas entremos.
Entremos, e depressa, em qualquer sítio,
porque esta noite chama-se Dezembro,
porque sofremos, porque temos frio.
 
Entremos, dois a dois: somos duzentos,
duzentos mil, doze milhões de nada.
Procuremos o rastro de uma casa,
a cave, a gruta, o sulco de uma nave…
Entremos, despojados, mas entremos.
De mãos dadas talvez o fogo nasça,
talvez seja Natal e não Dezembro,
Talvez universal a consoada.
 
                                      David Mourão-Ferreira

Um Natal Assim...na Biblioteca


 
Da História às Ciências, da Filosofia à Literatura, muitos livros nos aquecem o coração neste Natal na Biblioteca.
Livros para levar nas férias ou para ler simplesmente num cantinho sossegado e partilhar com os amigos. Livros que são de todos e que, por isso, não podemos esquecer de devolver.
São nossos, da comunidade escolar. Leve-os consigo!
E traga-os de volta...