Qui veut une crêpe? Significado da festa

A festa da Candelária ou Senhora das Candeias ocorre a 2 de fevereiro, quarenta dias depois do Natal, e coincide com a apresentação de Jesus ao templo como luz. É, originalmente, uma festa pagã, retomada no séc. V pelo Papa Gelásio I. Conta-se que este Papa mandava distribuir crepes aos peregrinos que chegavam a 2 de fevereiro a Roma, em peregrinação. É uma explicação para o facto de, nesta festa ("La Chandeleur", em francês), os franceses comerem crepes. 

Por ocasião da Festa das Candeias, que associa a fé cristã e a tradição e crenças pagãs, acendem-se velas (candeias), sinal de luz, para afastar o mal, as tempestades, a morte, etc., e invocar a boa colheita do verão seguinte.
Para além deste significado religioso, os dias começam também a crescer, havendo mais luz. Os crepes, e a sua forma circular, evocam, assim, o sol, a luz. 
Para confecionar bastam poucos ingredientes, como ovos, açúcar, leite, margarina e farinha. Ao voltar os crepes na frigideira, desejamos prosperidade e abundância nas próximas colheitas.  
Vem, pois, à poli, buscar o símbolo da prosperidade ou simplesmente deliciar-te com "une crêpe française"! Oh la la, qu'est-ce que c'est bon!