Pára, escuta e olha

Pois é exatamente isso que eu vou passar a fazer aqui no jornal: parar, deixar as aulas, os testes e os meus problemas pessoais de lado, e escutar e olhar, para vos trazer a minha análise do que se passa na nossa escola, na nossa comunidade, no nosso mundo… bem, se calhar, já estou a pôr a carroça à frente dos bois…, mas sonhar não custa!

Então é o seguinte, nesta nova série do jornal (e não, o jornal da escola não vai ter uma série na Netflix! Era o que vocês queriam!), nós estamos a procurar reacender o gosto dos alunos pela leitura, que tem vindo a morrer, ou melhor, a ser assassinado pelas novas tecnologias e passatempos dos jovens e, portanto, vamos tentar encontrar estratégias inovadoras para chegar a um outro público… agora… se eu tenho consciência de que isto é um perfeito cliché?! Tenho! E se tenho consciência de que este texto será lido por meia dúzia de professores e três ou quatro alunos?! Tenho, perfeita consciência!! O que não quer dizer que deixe de lutar por isso…. Claro que se o jornal fosse uma série da Netflix já toda a gente queria saber! Aí era outra coisa, muito mais trendy! Mas vocês não conhecem o prazer do antigo, do tradicional, do vintage? E o nosso jornal até é digital! Vá lá, pessoal, nós estamos a tentar…
Espera… de repente… para vocês me darem ouvidos precisam de já estar a ler… e, se não lerem, como é que a mensagem chega até vocês? Bem, eu tentei… uma série de linhas (não, não é da Netflix!) gastas em vão, mas quem corre por gosto não cansa, não é verdade? Por isso, cá me têm na próxima edição… se chegarem a lê-la… se estiverem a ler esta também… leiam, está bem?!

Marta Vicente, 11º8