Geral

Conteúdos de carácter geral que não se enquadram em nenhuma categoria particular.

Fernão Archery Club - Mais uma Taça Cheia de Medalhas

2 ouros, 1 bronze e uma taça de equipas foram os troféus conquistados pelo FAC na 9ª Prova do Nacional de Sala que decorreu no Parque de Exposições do Montijo. Uma organização do Arco Clube Ar Livre que no passado domingo reuniu 151 arqueiros em representação de 17 clubes.

Ciência para todas as idades

O Clube Ciência Viva na Fernão foi à Creche e Jardim de Infância Liberdade, Pragal, e viveram-se ali momentos de magia. Observar a realidade numa perspetiva de conhecimento é um imperativo que deve começar cedo e de forma cativante para todas as idades.

Holocausto

27 de Janeiro – Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto
“SE COMPREENDER É IMPOSSÍVEL, CONHECER É NECESSÁRIO” (Primo Levi)
A FERNÃO assinala os 75 anos da libertação do campo de Auschwitz.
Ver programa de atividades aqui.

Lembrar para não esquecer

 
Assinalam-se hoje, dia 27 de janeiro, 75 anos da libertação do campo de concentração de Auschwitz- Birkenau pelas tropas soviéticas. Primo Levi refere em Se isto é um Homem (1947) que, ao verem os horrores do campo, os soldados "pareciam oprimidos não apenas pela compaixão, mas pelo...sentimento de culpa de que tal crime pudesse existir."
Lembrar o Holocausto, o extermínio aos milhares de judeus e não só, é lembrar que é fundamental manter os valores da Liberdade e da Tolerância como valores basilares do século XXI.

Lembrar para jamais esquecer

 
Assinalam-se hoje, dia 27 de janeiro, os 75 anos da libertação do campo de concentração de Auschwitz-Birkenau pelas tropas soviéticas.  Primo Levi refere em Se isto é um Homem (1947) que os soldados, assistindo ao horror do campo, "pareciam oprimidos não apenas pela compaixão, mas... pelo sentimento de culpa de que tal crime pudesse existir."
Auschwitz, onde mais de um milhão de pessoas foram assassinadas, simboliza o Holocausto. Lembrar os horrores deste campo de extermínio é exigir que a liberdade e a tolerância se mantenham como valores fundamentais do século XXI. Para que a História não se repita!